- Books

Todos os dias são meus #2020

Todos os dias s o meus Um pr dio Uma morte Um mist rio N o se trata por m de um romance de pretexto policial verdade que h pol cias e testemunhas sobretudo testemunhas e alguns suspeitos Mas Todos os Dias s o Meus um extr

  • Title: Todos os dias são meus
  • Author: Ana Saragoça
  • ISBN: 9789723326673
  • Page: 476
  • Format: None
  • Todos os dias são meus By Ana Saragoça, Um pr dio Uma morte Um mist rio N o se trata, por m, de um romance de pretexto policial verdade que h pol cias e testemunhas sobretudo testemunhas e alguns suspeitos Mas Todos os Dias s o Meus um extraordin rio retrato do Portugal profundo, com os seus tiques, os seus ressentimentos, os seus rid culos, os seus protagonistas sem hist ria.Romance revela o, tUm pr dio Uma morte Um mist rio N o se trata, por m, de um romance de pretexto policial verdade que h pol cias e testemunhas sobretudo testemunhas e alguns suspeitos Mas Todos os Dias s o Meus um extraordin rio retrato do Portugal profundo, com os seus tiques, os seus ressentimentos, os seus rid culos, os seus protagonistas sem hist ria.Romance revela o, trata se antes de mais de uma not vel polifonia, em que cada personagem tem uma voz muito sua, inconfund vel com as demais.

    • BEST AZW "☆ Todos os dias são meus" || UNLIMITED (KINDLE) ☆
      476 Ana Saragoça
    • thumbnail Title: BEST AZW "☆ Todos os dias são meus" || UNLIMITED (KINDLE) ☆
      Posted by:Ana Saragoça
      Published :2020-04-14T08:19:02+00:00

    1 thought on “Todos os dias são meus

    1. Gostei muito deste primeiro romance da Ana Sarago a, do qual j conhecia alguns excertos atrav s do seu blog Comecei a l lo ontem e praticamente n o o consegui pousar s n o acabei de o ler no mesmo dia porque tive visitas Gostei da forma como a hist ria contada, a v rias vozes, e do suspense que se mant m at ao final O nico defeito ser t o pequeno quase mais um conto do que um romance e, por isso, acabar t o depressa.

    2. D um prazer especial ler um livro cujo autor se conhece O prazer acrescido quando se trata de um primeiro livro que acabou de ser publicado e que vemos em primeira m o ao mesmo tempo que o autor, de quem roubamos um aut grafo para marcar esta primeira c pia que tocamos, folheamos e fazemos percorrer com os nossos olhos Por outro lado, poderia tornar mais dif cil fazer uma aprecia o isenta e imparcial Poderia, se o livro n o estivesse t o bem escrito e n o nos prendesse realmente at ltima p gina [...]

    3. Adorei um livro pequeno que se l muito facilmente e que tem uma hist ria original e muito bem contada t o f cil imaginar tudo o que estamos a ler porque a escrita reflete o modo como realmente falamos.Recomendo

    4. Este romance abre com chegada da pol cia Um detetive, omisso em todo o livro, investiga a morte de uma jovem, assassinada no elevador do pr dio onde morava Apenas escutamos a voz dos personagens em resposta sua investiga o um maestro conduzindo uma orquestra onde os solistas se sucedem, ao longo do pr dio, piso ap s piso O primeiro depoimento da porteira, protesta, com receio de que a possam incomodar por causa do c o N o lhe ocorre que a pol cia esteja a investigar o crime ocorrido Este testemu [...]

    5. Ler um livro de algu m que conhecemos pessoalmente n o f cil Muitas vezes n o conseguimos dissociar do escritor palavras lidas Imaginei o pr dio da Ana, imaginei os vizinhos da Ana e depois acordei para o livro, porque leitora que sou, escritora em part time que sou, tamb m tenho o meu pr dio, tamb m tenho vizinhos e acima de tudo tamb m tenho Raz o.O livro est deliciosamente bem escrito, cheio de humor negro, de caricaturas da sociedade actual e acima de tudo cheio de raz es vazias de pequenos [...]

    6. Este um livro ex mio em defraudar expectativas Come a logo pelo t tulo, uma cita o de Alberto Caeiro a remeter para o cor de rosa da chick lit Viramos a p gina e o potencial cor de rosa desvanece se logo com um cad ver descoberto no elevador de um pr dio lisboeta Estaremos perante um policial cl ssico, onde at ao virar da ltima p gina ficamos em suspenso para descobrir a identidade do assassino De certa forma, porque parte do livro estrutura se volta de uma morte anunciada, levando nos a conhece [...]

    7. Gosto de mist rios que se v o revelando pouco a pouco Gosto de ir descobrindo as personagens, as suas motiva es, as suas peculiaridades Gosto de ser surpreendida por reviravoltas inesperadas, que alteram o jogo E gosto de me aperceber que tudo estava l , e que eu apenas tinha de ligar as pistas espalhadas pelas p ginas para descobrir o mist rio Todos os dias s o meus conseguiu me surpreender pelas suas personagens caricatas, aquelas que todos n s conhecemos, aquelas em que todos n s nos reconhec [...]

    8. Este pequeno livro uma del cia L se de uma assentada s , est cheio de personagens curiosas, daquelas que encontramos todos os dias, com os seus tiques e manias, as suas opress es e snobismos, a sua solid o Est bem escrito, est divertido, est triste O mist rio prende nos tamb m, apesar de n o ser a personagem principal, e s mesmo no fim desconfiei da verdade, e estava tudo t o bem escrito.Obrigada Ana

    9. N o classifico, por op o inteiramente pessoal quanto aos restantes marujos do projecto NAU, a que perten o, mas um livro pequenino e maravilhoso Fica uma esp cie de opini o do blogue NAU, que convido a visitar e seguirlectivonau 2014

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *